Serviço de delivery para auto peças, conheça esta proposta inovadora.

O delivery, que é o nome dado ao serviço de entregas expressas de produtos, não é sucesso apenas no ramo alimentício, no setor automotivo também se utiliza muito o delivery, saiba como as empresas estão faturando mais com este serviço ao cliente.

Logística do último quilômetro, acabou tendo seu significado compactado para a palavra em inglês “delivery”. Foi no mercado norte americano, onde a oferta deste tipo de serviço se estabeleceu e a comodidade se espalhou por onde havia riqueza disponível para a aquisição do serviço.

Segundo dados históricos que eu consegui obter, e aproveito para alertar ao leitor, para conferir tudo novamente, o serviço de entregas de alimentos, por exemplo, foi registrado oficialmente pela primeira vez na Itália no ano de 1889, após um pedido feito pelo rei na época a um fornecedor local de pizzas, segundo a história, o rei Umberto, pediu o item ao pizzaiolo local Raffaele Esposito, que entrega-se uma pizza ao rei no endereço real.

Raffaele, também teria sido o criador da primeira pizza sabor marguerita, em homenagem à Itália e à rainha Margherita di Savoia. A pizza em sua ornamentação, seria idêntica às cores e formato da bandeira italiana. Parece que o esperto empreendedor tinha interesse que o seu produto atingisse a elite da sociedade em sua época, parece que ele atingiu o seu intento.

Delivery, um serviço para a elite

As entregas em domicílio são, sim, um luxo especial, disponível para apenas uma pequena parcela da população, primeiramente pelo seu custo, mas em como hoje em dia este serviço é acionado. É necessário se ter primeiro todo um aparato tecnológico a disposição, acesso a rede de dados de alta velocidade e dominar a cultura digital.

Não é um serviço ainda disponível para qualquer um, e não atende todas as cidades interioranas. No caso brasileiro, soma-se a questão da segurança da entrega, algumas regiões, mesmo dentro de grandes cidades, não são atendidas pelo serviço de delivery, por conta de assaltos constantes.

Para se estabelecer um serviço de delivery, é necessário se obter um certo número de pedidos por este tipo de serviço, de forma contínua, onde justamente ocorre mais em bairros onde os moradores estão em uma padrão social mais elevado.

Entrega de produtos em casa, é uma mordomia ainda restrita a poucos, mas também é geradora de ocupação e renda a milhões de trabalhadores em todo o Brasil, que se não fosse esta oportunidade de serviço, estariam todos inflando a lista de desempregados.

O típico entregador, têm um perfil sócio econômico conhecido, e muitos deles nunca receberam um serviço de delivery em suas casas, pois pertencem a base da pirâmide social, e não podem comprar um serviço de delivery em seus momentos de descanso, justamente por muitos residirem em áreas onde o serviço não atua.

São poucos e raros os entregadores de delivery que experimentaram o serviço de entrega, não é uma situação incoerente?

O típico entregador, também é um trabalhador reconhecido pelo estado, pois muitos só recebem algum pagamento se estiverem trabalhando, eles não usufruem de nenhum benefício de um trabalho regular, então se o entregador por qualquer motivo, para de entregar, pode passar fome.

Não existe folgas remuneradas para muitos entregadores, não existe férias e não existe 13 salário, o que existe é organizações obtendo pequenas vitórias em nome de muitos trabalhadores de entregas rápidas pelo mundo, onde sindicatos organizados de trabalhadores já estão obtendo o cumprimento de alguns direitos, como por exemplo períodos de descanso remunerado.

Delivery de peças automotivas

Se nas cidades o serviço de delivery possui suas limitações e alcance, nas rodovias brasileiras o cenário é um pouco diferente, o serviço de delivery de peças automotivas atende toda uma frota de empresas de transportes de cargas como por exemplo no caso da transportadora de veículos.

O caminhão além de não poder se deslocar internamente, pelas estreitas vias rodoviárias das cidades, transporta cargas no valor de milhares de reais, e o equipamento pode quebrar durante o percurso da entrega. Justamente quando o delivery de peças faz a sua mágica, e transportar peças de reposição para caminhões em todas as estradas Brasileiras.

Neste tipo de situação, o transporte já pode ser feito por veículos de transporte leves, conhecidos popularmente como furgões, e não por meio de motos, como costumeiramente encontramos nas cidades. O furgão é mais utilizado justamente porque o preço das peças de um caminhão é mais elevado e o preço do frete é diferenciado, somando as questões de peso e volume das peças de caminhões.

Um caminhão de mudanças brasília df  raramente pode ser rebocado a uma oficina mais próxima, e nesta situação o delivery de peças automotivas passa a ser item básico para o transportador e um canal de vendas adicional, a quem empreende no ramo de comércio de peças de veículos e caminhões.

Um exemplo de delivery de peças muito utilizado nas grandes cidades, é a entrega de baterias automotivas, um item que com frequência apresenta falhas em sua utilização, principalmente nestes tempos, onde os veículos das pessoas passam mais tempo parados em casa, por conta da pandemia por covid-19.

O entregador de bateria, é um serviço de entregas de peças automotivas, e além de providenciar a entrega,  muitos, senão todos, os entregadores também instalam o item no veículo das pessoas.

Delivery para o agronegócio

O serviço de entrega rápida de itens para fazendas produtoras de grãos, pode ser pedido no site para transportadoras e movimenta uma parte importante da economia das cidades das regiões produtoras de grãos no Brasil. Com regularidade, as máquinas que operam em lugares distantes e com vias de acesso limitadas, precisam ser restabelecidas, muitas vezes, no meio de lugar nenhum.

Por vezes a própria equipe de trabalho da fazenda abastece o veículo no meio da área de plantio, mas em muitas situações, quem vende o produto pedido pelo produtor, faz essa entrega no meio da plantação, agilizando o processo e garantido preços melhores para os itens vendidos.

Muito deste delivery no campo, são de combustíveis, logo o transporte do item é feito por veículos especiais, sob certas condições e com valor agregado maior, o que é muito interessante. É possível levar o tratado no posto de combustível, mas não é o mais recomendado e os comerciantes sabem disto.

Ronaldo Luis Gonçalves

Pai, Marido, Escritor, Engenheiro de Software, Empreendedor Digital atuando no mercado de marketing, é também redator de diversos sites na internet.

Leia também: O que é IFTTT? Aqui está o que você precisa saber sobre a ferramenta de automação da web que vincula aplicativos e serviços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *